sexta-feira, 26 de maio de 2017

PREFEITURA REABRE OS RESTAURANTES POPULARES EM SALINA DA CRUZ E BAIXA DO MEIO


Os restaurantes populares da comunidade de Salina da Cruz e do distrito de Baixa do Meio já estão funcionando a todo vapor. Mantidos pela Prefeitura de Guamaré, as duas unidades juntas vão servir diariamente uma média diária de cerca mil refeições. Os beneficiários pagam R$ 1 real pela refeição completa, servida acompanhada de suco e sobremesa.

Instituído pela Lei Municipal n°. 539/2011, o programa “Programa Especial de Segurança e Suplementação Alimentar – PRESSA” tem por finalidade garantir o fornecimento de alimentos saudáveis, em quantidade suficiente à população em risco social e econômico e àqueles inseridos abaixo da linha de pobreza.


“Só sabe o valor dessa ajuda quem precisa se alimentar e botar os filhos para a escola de bucho cheio todo dia e não tem condições para isso”, avaliou a dona de casa Maria de Fátima Silva, separada do marido e mãe de três filhos. Dona Maria é moradora da comunidade de Baixa do Meio.

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAMARÉ

VITÓRIA SONDA, MAS NENÊ DIZ NÃO AO CLUBE BAIANO



O nome de Nenê tem sido especulado em diversos clubes do Brasil. Mas quem fez uma proposta oficial para contar com o jogador foi o Vitória. Depois da saída de Dátolo, e do momento instável de Cleiton Xavier, o clube baiano busca um meia para ajudar na disputa do Campeonato Brasileiro. Assim, o diretor de futebol do clube, Sinval Vieira, entrou em contato com o jogador vascaíno para saber do interesse de atuar em Salvador.

Mesmo neste momento sendo opção no banco de reservas de Milton Mendes, e sequer entrado no confronto diante do Bahia, no último domingo, o veterano declinou do convite para jogar no Vitória. A permanência de Nenê, inclusive, por ora, foi bancada pelo gerente de futebol vascaíno, Anderson Barros.

- O Nenê é ídolo, respeitado. Qualquer coisa sobre ele nunca vai partir do Vasco. Ele continua trabalhando no Vasco. Está no banco por uma decisão técnica, do treinador. Decisão que cabe a qualquer treinador. O Nenê chama atenção. Tem relevância técnica, profissional. Ele não chama atenção só do São Paulo, mas de outros clubes. O Vasco conta com ele. Qualquer coisa contrária seria uma decisão que partir dele - afirmou.


Assim, os baianos mudaram o foco e estão atrás do jovem Lucas Fernandes, do Fluminense. Independente da negociação com o garoto do Fluminense em curso, o Vitória ainda pretende encontrar mais soluções para reforçar o seu meio de campo, de preferência um atleta mais experiente.

O LANCE

INOVAÇÃO EDUCACIONAL: PRÊMIO ALUNO NOTA 10 FOI LANÇADO PELA PREFEITURA DE PORTO DO MANGUE


A Secretaria Municipal de Educação de Porto do Mangue lançou o Prêmio Aluno Nota 10, primeira edição de 2017 que vai premiar os melhores alunos da rede municipal.

Os educandos serão avaliados em vários aspectos como: freqüência, notas, participação, organização, comportamento, respeito e acompanhamento dos pais.

O prefeito Sael Melo, durante a abertura, falou da importância da educação com qualidade para a libertação e melhoria na vida da população.


Em seguida, Karina Monteiro, Secretária de Educação, fez uma explanação sucinta sobre os principais objetivos do projeto.

TONI MARTINS

CATARINENSE QUE TEVE A MÃO DILACERADA EM PROTESTO HAVIA IDO COM CARAVANA A BRASÍLIA, DIZ IFSC



O jovem catarinense que teve a mão ferida durante os atos contra o governo federal na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, na tarde de quarta-feira (24), havia viajado para a capital federal com uma caravana organizada por movimentos sociais e estudantis, informou o Instituto Federal Catarinense (IFSC) de Araranguá, no Sul do estado, onde ele estuda.


Segundo policiais no local, durante as manifestações ele tentou atirar rojão contra PM, mas o objeto estourou antes. O jovem passou por uma cirurgia na mesma tarde e teve três dedos amputados, segundo o instituto.

GLOBO.COM

CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE É PRORROGADA


A campanha nacional de vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 9 de junho, de acordo com o Ministério da Saúde. A meta é alcançar 90% das 54,2 milhões de pessoas incluídas no público-alvo, mas, até esta quinta-feira, apenas 63,6% haviam recebido a sua dose.

Dos grupos que podem tomar a vacina pelo SUS, os idosos têm, até o momento, a maior cobertura: 72,4% desse público já se vacinou. Entre as puérperas, mulheres que tiveram bebê recentemente, o alcance foi de 71,2% e, entre os indígenas, de 68,6%.

Os grupos que menos se vacinaram foram as crianças, com 49,9% de cobertura, gestantes, com 53,4% e os trabalhadores de saúde, com 64,2%. Este ano, a novidade da campanha foi a inclusão dos professores da rede pública e privada no público alvo. Até o momento, 60,2% deles se vacinaram.

Veja quem recebe a vacina pelo SUS

Crianças de 6 meses a menores que 5 anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias)
Gestantes
Puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto)
Idosos (a partir de 60 anos)
Profissionais da saúde
Povos indígenas
Pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional
Portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade
Professores de escolas públicas ou privadas
Os estados com maior cobertura vacinal são Amapá, com 85,7%, Paraná, com 78,1%, e Santa Catarina, com 77,7%. Já os que estão mais longe da meta são Roraima, com 47,9%, Rio de Janeiro, com 48%, e Pará, com 52,1%.

As doses da vacina estão disponíveis para o público-alvo nos postos de saúde em todo o país. A imunização protege contra os três sorotipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para este ano: H1N1, H3N2 e Influenza B.

Número de casos foi alto em 2016


Em 2016, houve 12.174 casos confirmados de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por influenza no país. A SRAG é uma complicação da gripe. Houve ainda 2.220 mortes, número alto em comparação a anos anteriores. Do total de óbitos, a maioria (1.982) foi por influenza A/H1N1. Este foi o maior número de mortes por H1N1 desde a pandemia de 2009, quando 2.060 pessoas morreram em decorrência do vírus no Brasil.

G1

quinta-feira, 25 de maio de 2017

POR TÚNEL, 89 FOGEM DE PENITENCIÁRIA NA GRANDE NATAL; É A MAIOR FUGA DA HISTÓRIA DO SISTEMA PRISIONAL POTIGUAR, CONFIRMA SEJUC


A maior fuga já registrada na história do sistema prisional do Rio Grande do Norte aconteceu na madrugada desta quinta-feira (25). Foi na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, de onde 89 presos escaparam por um túnel de aproximadamente 30 metros de extensão. Nove foram recapturados. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), que já determinou a abertura de uma sindicância para apurar se houve facilitação.

Inicialmente, o secretário Luis Mauro Albuquerque, titular da Sejuc, havia informado a fuga de 82 detentos. Depois, retificou a informação ressaltando que nove haviam sido recapturados, e que o número exato de fugitivos era 89, restando 82 soltos pelas ruas.
A lista com os nomes dos detentos que permanecem foragidos ainda não foi divulgada.

Até então, a maior fuga ocorrida no estado havia sido a de janeiro deste ano, durante o massacre de Alcaçuz. A penitenciária, a maior do RN, fica em Nísia Floresta, também na região metropolitana da capital potiguar. A Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) considera que pelo menos 26 presos foram assassinados na ocasião, e que 56 conseguiram escapar em meio à matança.

A Penitenciária Estadual de Parnamirim tem capacidade para 436 detentos. No entanto, abrigava 589 presos antes da fuga.

Celas sem grades
Segundo o secretário da Sejuc, os presos da PEP estão soltos dentro da unidade desde 2015, quando houve uma rebelião generalizada e as grades das celas foram arrancadas. O resultado disso é que os detentos circulam livremente pelos dois pavilhões e áreas de convivência da penitenciária. “Não dá pra realizar nenhum procedimento nestas condições, com os detentos soltos”, admitiu Luiz Mauro. Agora, a unidade deve passar por reformas, segundo o secretário.
Detentos escavaram um buraco para escapar da unidade; roupas ficaram para trás (Foto: Aura Mazda/Tribuna do Norte)

A fuga
Segundo a Polícia Militar, a debandada aconteceu por volta das 4h. Após a descoberta da fuga, a direção da unidade pediu reforço para a segurança na área externa. Com a chegada de mais policiais, houve buscas e oito fugitivos foram recapturados perambulando pela região.
A PM também informou que pelo menos dois carros e uma motocicleta foram vistos dando apoio ao resgate dos presos. Os fugitivos também trocaram de roupa para dificultar a identificação. No estado, o sistema penitenciário adotou camisa branca e bermuda azul como uniforme padrão dos presos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), todas as torres de vigilância no entorno da penitenciária estavam ocupadas durante a fuga. Inclusive, a Sesed acrescenta que foi um dos guariteiros quem percebeu a movimentação, fez disparos de advertência e evitou que a debandada fosse maior.

Esta foi a segunda fuga registrada na PEP este ano. A primeira foi no dia 7 de janeiro, quando 14 detentos escaparam. Na ocasião, um buraco também foi escavado no pé do muro. Um policial militar que trabalhava em uma das guaritas da unidade, suspeito de ter facilitado a fuga, foi afastado.

Sistema em calamidade

O sistema penitenciário potiguar está em calamidade pública desde o dia 17 de março de 2015, após uma onda de rebeliões que atingiu pelo menos 14 das 33 unidades prisionais do estado. O decreto, renovado em março deste ano, tem validade por mais 180 dias.

G1/RN

GUAMARÉ IMPLANTA ESTRATÉGIA DE SEGURANÇA PÚBLICA ARTICULADA COM O GOVERNO FEDERAL



Guamaré já pode se orgulhar de fazer parte de um seleto grupo de municípios brasileiros que conseguiram implantar o Núcleo de Justiça Comunitária, órgão ligado ao Ministério da Justiça. A aula inaugural do projeto aconteceu nesta quarta-feira, 24, no plenário da Câmara Municipal.

“O objetivo do Núcleo de Justiça Comunitária é atender as comunidades de Morro do Judas, Quilombo e Lagoa Seca, onde existe uma população estimada em 3 mil habitantes. Hoje iniciamos a capacitação de 35 agentes comunitários em mediação de conflitos, sendo esta a primeira etapa desse projeto”, explicou Francisco Gomes, Secretário Municipal de Segurança.



Para o prefeito Hélio Willamy, a iniciativa coordenada pela Secretaria de Segurança, Defesa Social e Patrimonial reflete o nível de comprometimento da gestão com a promoção dos direitos e a pacificação de conflitos nas comunidades. No Rio Grande do Norte, o projeto tem núcleos apenas em Canguaretama e na cidade de Mossoró e está em fase de implantação na capital.



Uma equipe multidisciplinar formada por um advogado, um assistente social, um psicólogo e um pedagogo atua diretamente na formação e orientação dos Agentes de Justiça Comunitária no município. Os agentes são jovens e adolescentes na faixa etária de 16 a 20 anos, alunos da Escola Estadual Monsenhor Joaquim Honório.


PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAMARÉ